5. Módulo de Visualização Cartográfica

 

A figura abaixo representa o ecrã que se deverá ver quando nos preparamos para visualizar ocorrências.

 

Fig. 30 - Janela principal

 

Para aceder às vistas das ocorrências, coloque o cursor em cima da palavra "File" na barra de menus de visualização clicando em seguida no botão esquerdo do rato obtendo a figura seguinte:

 

Fig. 31 - menu File

 

Deverá seleccionar, como mostrado, "Nova Vista" e em seguida obterá a imagem abaixo:

 

Fig. 32 - Janela com uma vista activa

Poderá criar várias vistas simultaneamente repetindo o procedimento, acima referido, para criação de "Nova Vista".

 

Fig. 33 - Janela com duas vistas

Para trabalhar é necessário seleccionar a vista, clicando com o botão esquerdo do rato sobre a vista e verificar se ao cimo a barra da janela se encontra "highlighted". Agora, a vista passar-se-à a considerar Vista Activa.

Nessa vista é agora possível trabalhar com a Barra de Ferramentas Gráficas.

Depois de clicar na Ferramenta desejada terá que clicar novamente sobre a vista activa para executar a acção seleccionada.

 

Caso pretenda fazer uma vista em que mostre apenas as ocorrências de determinada operação ou entre determinada data pode faze-lo através do módulo nova vista com selecção.

Fig. 34 - Janela de criação de nova vista com selecção

Ainda no menu File pode fechar uma determinada vista pode aceder ao setup onde lhe é indicado o caminho para as diferentes bases de dados como acontece no módulo SNPCi. Seleccionando o submenu Opções pode definir os tempos para Refrescamento automático das vistas. Finalmente o comando Exit abandona o programa.

Fig. 35 - Menu de Ferramentas

 

Neste segundo menu existe a possibilidade de activar uma janela que lhe dará indicação quer sobre as coordenadas do ponteiro quer sobre o que o que está sob o ponteiros caso tenha algum mapa temático activo.

 

Fig. 36 - Janela de coordenadas

 

 

No menu informação aparecem um conjunto de possibilidades que se prendem com a disponibilização de informação sob as ocorrências.

 

Fig. 37 - Menu de Informação

 

Clicando com o botão esquerdo do rato sobre o Menu "Informação" aparecem várias opções que permitem introduzir, na vista, informação adicional com o objectivo de ajudar a uma melhor percepção do local da ocorrência.

A informação "Vectorial" permite adicionar ou retirar os limites de Portugal e/ou concelhos. Neste módulo irão ser associados outros temas como estradas, limites de parques e reservas, limites de zonas florestais sob administração pública, etc.

 

Fig. 38 - Janela que permite seleccionar informação vectorial a ser representada.

Ao seleccionar o sub-menu "Raster", aparecer-lhe-à a janela seguinte.

 

Fig. 39 - Janela que permite seleccionar a informação raster

Esta janela permite, após activar "Mapas Temáticos" seleccionar um tema único para fazer a representação. Isto deve-se a que estes mapa são opacos e portanto apenas pode ser representado um de cada vez

Neste menu pode ainda aceder-se a toponímia, sendo esta colocada sobre a janela activa, podendo seleccionar-se a cor de representação.

Fig. 40 - Janela de selecção de toponímia.

 

Também ainda neste menu podemos fazer a representação de um conjunto de infra-estruturas que vão de postos de vigia a pontos de água ou a pistas e helipistas. Está previsto o aumento das infra-estruturas que se podem representar á medida que forem que a informação vá sendo compilada

Em termos de informação existe ainda um conjunto de acções que podem também activar menus através do botão esquerdo do mouse. Quando estamos sobre uma ocorrência no mapa ou quando estamos sobre a lista de ocorrências surgem os seguintes menus.

 

 

Fig. 41 - Menus de Rato

O menu cartografia é equivalente ao menu de cartografia no menu da janela principal só que nesta ao ser activado aparece a seguinte janela.

Fig. 42 - Janela de pedido de cartografia

Neste caso terá que se clicar num qualquer ponto do mapa na janela activa para que a esse ponto se possa associar cartografia. No caso dos menus associado ao rato este mostrarão cartografia associada á ocorrência seleccionada quer pela lista quer pela posição do rato.

Assim deste modo é possível obter cartografia ou mesmo imagens de outras zonas que não a das ocorrências.

Em todos o casos surgirá a seguinte janela.

 

Fig. 43 - Janela de representação de cartografia

Nesta é possível seleccionar a cartografia que se quer representar. Por motivos de desenvolvimento estamos ainda a usar o software Microstation e IrasC para fazer a representação da cartografia de 1:25 000, 1:50 000 e 1:250 000

No caso da fotos aéreas estas são já representadas no módulo desenvolvido pelo CNIG.

 

No ISB o conjunto de fotos está já organizado no servidor e como tal para as visualizar apenas é necessário activar o botão Localizar automático e de seguida clicar no botão OK.

 

No caso da cartografia 1:250 000 também só é necessário clicar no localizar automático e de seguida no botão OK, depois esperar que o microstation e o IrasC inicializem e posteriormente carregar na tecla F12.

 

 

No caso da cartografia 1:25 000 e 1:50 000 é necessário introduzir o CD correcto indicado na janela, clicar no localizar automático e de seguida no botão OK, depois esperar que o microstation e o IrasC inicializem e posteriormente carregar na tecla F12.

Caso não seja possível fazer a localização automática terá de ser feita a localização manual através da seguinte janela.

 

Fig. 44 - Janela de localização de cartas manualmente

Neste janela seleccionar a carta pretendida.

 

Caso se opte pela opção informação no menu do mouse surgirá o seguinte janela que dá a informação sobre a ocorrência e sobre o último ponto de situação.

 

Fig. 45 - Janela que representa a informação da ocorrência

 

O menu Informação permite através da opção Meios Aéreos no Terreno representar na vista activa os meios aéreos afectados a determinada ocorrência previamente introduzidos no SINAFFintro. Com o objectivo de proporcionar a mais completa informação sobre os meios coadjuvantes no combate aos fogos florestais foi criada a funcionalidade Infra-estruturas que representa na vista activa a localização de Postos de Vigia, Pistas/Helipistas e Pontos de Água. Esta representação pode efectuar-se de três formas diferentes. Como exemplo é mostrado na fig. 46 a janela de Pistas e Helipistas onde se pode seleccionar Mostrar Centróides ou Nomes. Centróides irá representar na vista apenas os ícones onde existem tais infra-estruturas enquanto que Nomes permite a visualização por Nome ou ID.

 

Fig. 46 - Janela Infra-Estruturas (Pistas e Helipistas)

Finalmente as duas opções finais do menu Informação servem para efectuar refrescamentos.

 

Fig. 47 - Menu de Análise

O menu de análise permite aceder a informação sobre meios aéreos. Ao ser activado o sub-menu Meios Aéreos aparece a seguinte janela.

 

 

Fig. 48 - Janela principal de gestão de informação para meios aéreos

 

Nesta janela existem quatro zonas principais (A,B,C,D)

A Zona B é constituída por uma tabela onde vão aparecendo localizações de pontos seleccionados na zona A.

Para seleccionar pontos na zona A existem 5 possibilidades que são:

Passamos agora a descrever estas cinco opções.

 

Fig. 49 - Módulo de selecção de um local por coordenadas

 

Neste módulo poderemos determinar um local pelas suas coordenadas. Existe a opção de serem coordenadas WGS -84 (Coordenadas usuais em GPS)

Serem coordenadas Guass-Militar (quadrícula castanha das cartas 1:25 000)

E através de uma quadrícula nacional que está ser usada em diversos CCO do SNB e que permite uma precisão aos 50 m. Após introdução dos dados em qualquer uma das opções clicar no botão aceitar para que este possa pesquisar informação toponímica do ponto seleccionado. Caso se pretenda adicionar este ponto á tabela da zona B clicar no botão Acrescentar á Lista.

 

Fig. 50 - Módulo de selecção de um local nas ocorrências activas

 

Neste módulo poderemos acrescentar novo local á lista seleccionando na lista de ocorrências activas identificadas pelo nome e número. Do mesmo modo caso se pretenda adicionar este ponto á tabela da zona B clicar no botão Acrescentar á Lista, depois de seccionado.

 

 

Fig. 51 - Módulo de selecção de um local por localização toponímica

 

Neste módulo poderemos acrescentar novo local á lista o concelho do ponto pretendido depois a sua primeira letra depois executamos a pesquisa e aparece uma lista com toadas as possibilidades onde se fará a escolha do local pretendido. Do mesmo modo caso se pretenda adicionar este ponto á tabela da zona B clicar no botão Acrescentar á Lista, depois de seccionado.

 

Fig. 52 - Módulo de selecção de um Ponto de Água

 

Neste módulo poderemos acrescentar ponto de água para reabastecimento á lista. Primeiro passo é escolher se pretendemos Barragens (Pontos de scooping para Canadairs e Catalinas) ou se pretendemos Outros pontos (Pontos para helis). Depois teremos que fazer uma pesquisa por distância. Para isso temos duas opções ou seleccionamos um ponto na tabela da zona B (Até ficar "higthligted") e depois clicamos no botão ponto seleccionado ou seleccionamos o botão coordenadas e teremos que introduzir umas coordenadas ás quais serão feitas as pesquisas. Depois na lista seleccionamos o ponto pretendido. Do mesmo modo caso se pretenda adicionar este ponto á tabela da zona B clicar no botão Acrescentar á Lista, depois de seccionado.

 

Quando estamos a trabalhar com a opção outros pontos para cada ponto seleccionado na lista aparece na zona C informação sobre esse ponto (Caso esteja seleccionada a opção Pontos de água) .

 

Fig. 53 - Módulo de selecção de uma pista

 

Neste módulo poderemos seleccionar uma pista ou helipista através da lista que no aparece em que esta pode ser ordenada por distâncias desde que na tabela da zona B se seleccione o ponto ao qual pretende definir a distância. Do mesmo modo caso se pretenda adicionar este ponto á tabela da zona B clicar no botão Acrescentar á Lista, depois de seccionado.

 Na zona B aparece uma tabela que guarda a informação seleccionada na zona A e permite determinar tempos distâncias e direcções entre os diversos locais. É ainda possível limpar a lista alterar a ordem dos locais na lista e eliminar locais.

 

Fig. 54 - Lista dos dados seleccionados

 

A zona C funciona como apoio ás selecções feitas na zona A e como apoio ao cálculo do tempo feito na tabela da zona B. Por exemplo temos acesso a informação dos meios aéreos e suas características caso se seleccione outro tipo de meio aéreo serão refeitos os cálculos de tempos entre locais.

 

Fig. 55 - Módulo de selecção das características dos meios aéreos

 

 

Se estiver seleccionado a opção pontos de água e tivermos um ponto de água seleccionado na zona A serão apresentadas as suas características.

 

Fig. 56 - Módulo de apresentação das características dos Pontos de água

 

Na Zona D aparecem um conjunto de opções que nos permitem visualizar a rota sobre a vista activa, permitem determinar o perfil altimétrico sob a rota definida permitem imprimir os dados constantes na tabela e permitem ainda aceder aos dados da pista seleccionada na zona A.

Fig. 57 - Possibilidades da zona D

 

Fig. 58 - Dados sobre as pistas